Comportamento em cerimónias fúnebres

funebre

O artigo de hoje é sobre alguns aspetos que devemos ter em consideração a quando do falecimento de alguém. Pretende ajudar a evitar gaffes que possam causar sofrimento à família enlutada e constrangimento a quem, sem intenção, o causa. Ter um comportamento adequado mostra sinal de respeito.

Podemos considerar que o velório é a forma da família se despedir do seu ente querido e de ter algum conforto dos restantes familiares ou amigos. Deve, por isso, ser uma cerimónia íntima.

Todos nós já nos vimos confrontados por uma notícia de falecimento de alguém, é delicado enviar uma mensagem de texto, que será lida quando for oportuno. Por vezes quem perde um ente querido, pode querer estar sozinho/a, ou tratar dos assuntos relacionados com as cerimónias fúnebres e não querer ser incomodado/a. Temos de respeitar a forma como cada pessoa lida com a morte.

As condolências podem ser dadas pessoalmente ou por uma nota, em qualquer dos casos deve ser breve e simples. Se ao dar as condolências pessoalmente, a família quiser ou tiver necessidade de falar sobre o falecido/a, saiba ouvir e fale o indispensável. Pode evitar gaffes. Se quiser ofereça a sua ajuda, mas apenas se estiver verdadeiramente disponível.

Se não tiver possibilidade de ir ao funeral, envie uma coroa de flores. Se for ao funeral deve chegar a horas e desligar ou colocar em silêncio o seu telemóvel.

6691

Enviar coroa de flores é adequado nesta situação.

Para comparecer ao velório ou funeral, opte por vestuário discreto e que usaria numa ocasião formal. Não use vestuário colorido e/ou decotado.

Tenha em atenção os temas de conversa, não fale mal de ninguém e em particular do falecido/a. É ofensivo e desadequado.

Se estiver triste e quiser chorar, chore. Partilhar a tristeza pode facilitar o processo do luto.

Por fim, tenha em atenção que as cerimónias fúnebres são eventos sociais, mas não de convívio social. Devem ser momentos de serenidade e consideração.

Passados alguns dias das cerimónias fúnebres, telefone ou visite a família enlutada. O seu apoio pode ser importante.

Espero que, apesar de um ser tema triste,  as notas que partilho sejam úteis, porque por muito que nos custe  a morte faz parte da vida!

Até breve!

Deixar uma resposta